Plano de descentralização da campanha em Santiago-norte

Apresentação do PLANO DE DESCENTRALIZAÇÃO DA CAMPANHA “MENOS ÁLCOOL, MAIS VIDA” PARA A REGIÃO DE SANTIAGO NORTE.

Descentralização 01

26/09/2017
- Município de São Miguel
- Santa Cruz
27/09/2017
- Santa Catarina
- Tarrafal
28/09/2017
- S. L. Órgãos
- S.S. Mundo
Ao completar um ano de actividades, a Iniciativa presidencial “Menos Álcool Mais Vida” elegeu a descentralização como objectivo central para os próximos tempos. Depois de ter contribuído para que a problemática do uso abusivo de álcool passasse a ter maior visibilidade e para o aumento da consciência das sua complexidade e gravidade, considerou-se importante investir na descentralização.
A Comissão de Coordenação, sem descurar o apoio a outros concelhos, elegeu a Região de Santiago Norte e a Ilha de S. Vicente para serem espaços de experiências piloto de descentralização a serem replicadas em outras partes do país.
Essa região foi escolhida tendo em conta as suas dimensões territorial e populacional e o fato de contar com uma boa organização e S. Vicente, foi seleccionado, não apenas por apresentar elevados índices de prevalência do uso de bebidas alcoólicas, mas, sobretudo, por ter uma reconhecida capacidade de mobilização de pessoas e instituições.
Assim num primeiro momento, pretende-se abordar as autoridades locais que deverão coordenar o núcleo concelhio, designadamente a Câmara Municipal e as delegações da Saúde e da Educação, e num segundo momento, realizar um encontro mais alargado com os atores locais de diversas áreas (ONG, associações comunitárias, grupos juvenis, clubes desportivos, congregações religiosas, etc.).
Uma ficha de sistematização de dados foi encaminhada previamente aos coordenadores dos núcleos concelhios e servirão de instrumento de trabalho nos encontros concelhios.
Plano de trabalho realizado:
1. Encontro com os coordenadores do núcleo concelhio.
 - Enquadramento geral da campanha (nota conceptual) e adequação à região e ao concelho (plano de descentralização e de comunicação).
- Constituição do núcleo concelhio: pontos-focais, papel/compromissos dos coordenadores e dos parceiros.
- Encontro alargado com os parceiros locais do período da tarde.
- Ficha de sistematização dos dados do concelho sobre a problemática do uso abusivo do álcool.
- Visita a espaços relevantes que refletem a problemática no concelho (espaços de produção, espaços de consumo, espaços de apoio/tratamento).
2. Encontro alargado com parceiros locais (14H30 – 16H30)
- Abertura (Representante da iniciativa presidencial, Representante do Município).
- Apresentação da iniciativa presidencial e do plano de descentralização da campanha na Região de Santiago Norte.
- Reflexão e recolha de subsídios com base na ficha de sistematização de dados do concelho.
- Reflexão/subsídios da perspetiva da Saúde (Delegação da Saúde);
- Reflexão/subsídios da perspetiva da Educação (Delegação da Saúde);
- Reflexão/subsídios da perspetiva da Edilidade (Câmara Municipal);
- Reflexão/subsídios da perspetiva da sociedade civil (organização da sociedade civil que atua nesse âmbito).
- Reflexão/subsídios geral (apresentação e debate de ideias entre os participantes).
- Marcação do próximo encontro do núcleo para a preparação do plano concelhio, com base no diagnóstico realizado, que será partilhado na plenária de Santiago Norte.
- Encerramento (Representante da iniciativa presidencial, Representante do Núcleo Concelhio).

© 2017 Menos Alcool, Mais Vida. All Rights Reserved. Designed By NOSi

Please publish modules in offcanvas position.